Avisos: Se está procurando informação, olhou o artigo errado. Caso vá ler, é bom estar de estômago vazio.

Na “palavra” deste mês, gostaria de pedir desculpas pela falta de atualizações em maio. (Sim, agora, uma semana depois de voltar, eu venho pedir perdão pelo sumiço no mês passado!) Como se não fosse o bastante, quando fui voltar a atualizar, tive a capacidade de colocar uma notícia em cima do editorial! Mas posso garantir que já aprendi a mexer no Windows Live Writer! Palmas pra mim!!!

Aproveitando a onda de atos babacas, idiotas, imperdoáveis, sem nexo como esse, resolvi listar algumas situações que prefiro não ter presenciado e imitar o CQC da Band fazendo um TOP FIVE! (É bom ter um analgésico ou um sedativo por perto!)

5 Uma amiga colega conhecida pessoa me encontra e diz que leu uma notícia no Blog, achou interesante e começa a me fazer perguntas sobre o assunto. Até aí, tudo bém. Mas ela tinha que estragar o meu dia com uma piadinha sem graça. Foi o pior trocadilho que já ouvi.

Pessoa: Quanto tempo demora pra sonda [Phoenix, em Marte,] enviar os dados da análise solar?

Eu: Não. Ela está em Marte, não no Sol.

Pessoa: Sim. Mas ela não vai analisar o solo?

Eu: Vai.

Pessoa: Então, análise de sólo, análise solar. He! He! [Risadinha forçada, com sem nem ela tivesse visto graça no que disse.]

4 Na primeira aula de astronomia que eu dei, comecei uma conversa descontraída pra conhecer melhor a turma e no final falei um pouco sobre a atmosfera da Terra. (O aqueciemnto global tinha acabado de virar modanaquela época.) Depois de muito tempo, eu contava para alguém como havia sido essa aula.

Alguém: Interessante. Quantos planetas temos na atmosfera da Terra?

Cláudio Ptolomeu (Foto: Arquivo)3 Essa veio de um aluno. Eu falava sobre as teorias geocêntricas,  aquelas que dizam que a Terra estava no centro do Universo. Na hora em que desenhei o Sistema de Ptolomeu no quadro, um aluno levanta a mão.

Aluno: Era assim que achavam que era o Universo? A Terra era o centro?

Eu: Isso. Hoje, com a Física, ou simples satélites, dá pra contradizer essas idéias.

Aluno: E porque não olharam as imagens dos satélites?

2 Outro presente de aluno. Eu programei de exibir “Space Odyssey – Voyage to the Planets” (filme da BBC por qual sou completamente apaixonado) para a sala. Dei uma explicação de 15 ou 20 minutos antes de apertar o play. (Se falasse menos, talvez não entendessem muito. Se falasse mais, talvez entrassem em coma.) Na parte em que os astronautas chegam em Marte, um ser dentro da sala exclama algo que me deixou sem sono por um tempo. “Depois dizem que o Homem não pisou em Marte!!!”

1 Notícia urgente!!! “Marcos Pontes foi para a Lua” e só avisou a pessoa que me disse isso!

Extras

Basicamente, é isso. Não inclui as vezes em que me apresentam para alguém, em uma festa, por exemplo, pois já estou acostumado.

Pessoa que me apresenta: Esse é o Edu. Ele é astrônomo.

Pessoa a quem sou apresentado: Legal, o que é isso?

E eu nem estou contando erros de Português. Mas só pra não falar que não coloquei:

“A folha já foi imprimida.”

“A montação da conta está correta?”

“É uma complicação renal no rim.”

“Vocês precisam responder de forma corretamente.”

“São estilos musicais diferentes: o rap, o hip hop e o ‘bréqui‘.”

“Ele teve uma hemorragia interna dentro do corpo.”

E por aí vai… Eu vou parar por aqui pois mais ninguém vai acessar o Blog se eu continuar. (Mas vão continuar ouvindo o Akon cantando errado em inglês!)

 

“É hora da Humanidade entrar no Sistema Solar.”

– George W. Bush, presidente dos Estados Unidos (em um discurso anunciando “A Nova Visão Para a Exploração Espacial”)

 

Eduardo Oliveira,

editor

Anúncios