Decisão foi tomada para aumentar prazo para reparações e determinar causa de rachadura em tanque de combustível. Missão irá à ISS.

Ontem (17/11/2010), a NASA adiou o lançamento do ônibus espacial Discovery para a Estação Espacial Internacional de 30 de novembro para 3 de dezembro. O objetivo é dar mais tempo para reparações e determinar o motivo que fez o taque de combustível rachar, disseram autoridades.

"Não poderemos lançar em 30 de novembro", disse Allard Beutel, porta-voz da agência.

Discovery na plataforma de lançamento (Foto: NASA)

A agência espacial dos Estados Unidos adiou a partida do Discovery para uma missão planejada de 11 dias depois que um perigoso vazamento de hidrogênio foi detectado enquanto a espaçonave era abastecida para o lançamento em 5 de novembro.

Depois deste adiamento, a NASA também descobriu uma fissura de meio metro na espuma que isola o tanque, o que representava um grande risco. A espuma que caiu do tanque de combustível do Columbia e colidiu com o ônibus espacial durante o lançamento provocou um acidente que matou sete astronautas em 2003. A NASA, então, remodelou os tanques para minimizar a perda de espuma.

Contratempos  O acidente ajudou a decidir pelo cancelamento do programa de ônibus espaciais – que será feito após mais dois ou três voos para completar a construção da Estação.

A fissura era só o começo do problema. Depois, engenheiros encontraram quatro rachaduras numa estrutura de apoio subjacente.

Os reparos para consertar o vazamento de hidrogênio e o tanque estão sendo feitos. Gerentes da NASA decidiram que precisariam de mais tempo para entender para entender o que causou as fissuras e ter certeza de que será seguro voar no Discovery.

Discovery sendo levado à plataforma de lançamento (Foto: NASA)

Além de consertar o tanque do Discovery, engenheiros estão analisando os tanques de combustível reservados para o último voo do ônibus espacial, em fevereiro, e uma possível missão adicional do Atlantis no inverno austral.

A oportunidade de lançamento em dezembro é curta. Outras atividades orbitais fazem com que o lançamento do Discovery ocorra até 6 ou 7 de dezembro.

Após este prazo, a próxima chance pode não vir até o fim de fevereiro, quando a NASA espera lançar o Endeavour para entregar à Estação o Espectrômetro Magnético Alpha, um detector de partículas de US$ 2 bilhões.

 

 

Anúncios