Reunião foi feita ontem. Janela de lançamento começa dia 17 e termina dia 20.

A NASA ainda não marcou uma data para o último lançamento do ônibus espacial Discovery.

Ontem (02/12/2010) foi feita uma reunião que durou horas para revisar questões técnicas que seguraram a nave por mais de um mês. Importantes gerentes do programa se reuniram para avaliar os reparos feitos no tanque externo de combustível do Discovery.

Equipes de engenharia do Centro Espacial Kennedy, Cabo Canaveral, Florida, têm compilado dados para determinar a raiz de fissuras encontradas nas arestas metálicas do tanque. Na reunião, as autoridades adiarão a marcação da data de lançamento da missão STS-133, à Estação Espacial Internacional (ISS).

"Eles saíram da reunião dizendo ‘precisamos adquirir mais informações e precisamos de mais análises’", disse Allard Beutel, porta-voz da NASA. "Eles ainda estão trabalhando na causa inicial. Isso foi mais uma reunião de atualização de status do que uma reunião para tomar decisões."

Discovery na plataforma de lançamento (Foto: Troy Cryder / NASA)

A NASA tinha em mente um lançamento em 17 de dezembro, mas Beutel disse que os gerentes da missão do ônibus estão tomando decisões orientados por dados e não um cronograma.

"Nós realmente ainda não temos um novo lançamento-alvo – não temos tido um desde 5 de novembro", disse o porta-voz. "Aqui em Kennedy, estamos fazendo coisas para manter a prontidão de lançamento do Discovery para favorecer um lançamento em 17 de dezembro, mas, realmente, esta é apenas a primeira oportunidade de lançamento disponível."

A agência tem uma janela curta para tentar – e lançar – o Discovery neste mês.

A janela de lançamento de meados de dezembro se abre no dia 17 e se fecha dia 20. Com certa coordenação, os gerentes podem ser capazes de estendê-la, disse Beutel, mas gostariam de evitar ter a nave em voo na virada de ano.

No fim deste mês, os computadores abordo do ônibus precisam ser reconfigurados por causa da mudança de ano e, tipicamente, a NASA prefere fazer isso com a nave em segurança no chão ou acoplada à Estação.

A missão STS-133, planejada para durar 11 dias, está sendo adiada desde o início de novembro por problemas climáticos e técnicos. A missão levará à ISS um cômodo de armazenamento e o Robonaut2. Duas caminhadas espaciais estão planejadas.

Este será o 39º e último voo do Discovery, além de ser o penúltimo voo de ônibus espaciais planejado pela NASA antes da aposentadoria das naves, em 2011. A NASA espera realizar outro voo em junho, mas ainda aguarda a aprovação final de orçamento de um comitê no Congresso.

Ainda assim, Beutel enfatizou que há muitas variáveis que poderiam influenciar o processo de tomada de decisões e, por fim, a próxima tentativa de lançamento será marcada quando os gerentes estiverem totalmente confiantes de que entendem o que causou os problemas com o tanque externo.

"Não é um processo claro, mas a gerência está tomando decisões inteligentes", disse ele. "Não estão sendo pressionados pelo cronograma. É tudo sobre quando os dados favorecem um lançamento."

 

 

"Discovery: NASA’s Most-Flown Space Plane", Space.com

"INFOGRAPHIC: NASA’s Space Shuttle – From top to bottom", Space.com

Anúncios