Motores funcionaram à toda potência por dois segundos. Empresa possui contrato com NASA para levar cargas a plataforma orbital após aposentadoria de ônibus espaciais.

A Space Exploration Technologies (SpaceX) testou um foguete no sábado (04/12/2010) em preparação para o lançamento de terça-feira (07), segundo autoridades.

Os nove motores de oxigênio líquido e querosene do foguete Falcon foram acionados por pouco tempo às 13h50 de Brasília (10h50 EST), após duas tentativas abortadas sexta e sábado.

Os problemas foram resolvidos e os motores do Falcon 9 queimaram à toda potência por cerca de dois segundos, disse a empresa em uma declaração em seu site.

A SpaceX, do empresário da internet Elon Musk, planeja lançar o foguete às 12h03 de Brasília (14h03 GMT) a partir da Estação da Força Aerea no Cabo Canaveral, Florida, em uma missão de demonstração para a NASA.

O objetivo do voo e colocar uma cápsula Dragon no espaço para testá-la ao redor do planeta. Espera-se que, após quatro órbitas, a cápsula entre na atmosfera da Terra e pouse com auxílio de paraquedas na costa da Califórnia.

A NASA concedeu contratos de US$ 3,5 bilhões para a SpaceX e Orbital Sciences Corp. para levar cargas estadunidenses à Estação Espacial Internacional após a aposentadora dos ônibus espaciais no ano que vem.

Para se preparar, a NASA está ajudando a pagar a ambas as empresas para desenvolverem e testarem em voo seus foguetes e cápsulas.

A SpaceX também planeja aprimorar a Dragon para transporte de passageiros ao espaço.

O contrato da empresa com a NASA requer três missões de demonstração antes de que ela comece a levar as cargas para a ISS – a primeira está marcada para dezembro de 2011. O segundo voo de teste inclui um rendezvous com a Estação. A terceira, uma acoplagem.

Tais missões poderiam ser combinadas dependendo da performance da Dragon e da aprovação da NASA.

A Orbital Sciences planeja estrear seu lançador Taurus 4 no próximo inverno austral.

 

Anúncios