Queda foi perto de Honololu. Satélites integrariam sistema de navegação.

A queda de um foguete russo no oceano Pacífico, levando consigo três satélites de navegação Glonass-M no último domingo (05/12/2010), pode ter sido causada por um erro na programação do sistema.

"Uma série de especialistas acha que erros na programação do sistema computadorizado, a bordo do Proton-M, fizeram com que os motores do foguete levassem-no a uma trajetória errada", disse nesta segunda-feira uma fonte de agência espacial russa à agência de notícias RIA Novosti.

O incidente representa um revés embaraçoso na tentativa russa de colocar em funcionamento o sistema de navegação por satélite Glonass, para rivalizar com o GPS (estadunidense) e o Galileu (europeu).

O primeiro-ministro Vladimir Putin ressaltou a importância estratégica do Glonass, desenvolvido nos anos 80 pelo Exército e que garantiria a independência tecnológica do país. Em uma ação publicitária, Putin equipou seu cachorro Connie com um colar contendo um transmissor Glonass.

Segundo Putin, o país planeja lançar sete novos satélites Glonass.

 

 

Saiba mais

"Três satélites russos caem no Pacífico após falha no lançamento", 06/12/2010

Anúncios