Lançamento em Alcântara foi a primeira etapa da Operação Maracati II. Sábado, outro foguete de sondagem será lançado.

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, realizou no início da tarde de ontem (06/12/2010) o lançamento do foguete de médio porte Improved Orion, como parte da primeira etapa da Operação Maracati II.

A operação tem o objetivo de realizar testes de equipamentos de aferição do CLA, assim como preparar o centro para o lançamento do VSB-30 no próximo sábado – segunda etapa da Operação Maracati II.

Os testes de hoje se ativeram aos meios de rastreio e sistemas de telemetria do CLA.

O foguete permaneceu no ar por 5 minutos e 16 segundos e atingiu um apogeu de 104 quilômetros, caindo a uma distância de 73 quilômetros da costa.

O diretor-geral do CLA, Cel. Ricardo Rodrigues Rangel, classificou a operação como um sucesso. "Tudo ocorreu conforme o esperado. É um padrão a realização de uma contagem regressiva simulada. Esta contagem simulada ocorreu hoje e como vimos que havia a possibilidade de realizar o lançamento já nesse momento, nós o fizemos".

O lançamento do Improved Orion deveria ter acontecido no último sábado (04), mas foi adiado em função de atraso no transportes de alguns equipamentos.

O Orion é um foguete de treinamento concebido em parceria entre o Brasil e a Alemanha, com 5,7 metros de comprimento, 500 kg, movido a propulsão sólida. Essa foi a terceira operação do Orion em bases brasileiras. A primeira ocorreu em 2008, no Centro de Lançamento Barreira do Inferno (CLBI) e a segunda, no próprio CLA, em maio do ano passado.

Agora, a expectativa é sobre o lançamento do foguete de sondagem brasileiro VSB-30, no qual serão realizados aproximadamente dez experimentos do Programa Espacial Brasileiro de Microgravidade, da Agência Espacial Brasileira (AEB), e também da Agência Espacial Alemã.

O último lançamento de um VSB-30 no CLA visando realizar experimentos do Programa Brasileiro de Microgravidade ocorreu em julho de 2007. Na época, o foguete alcançou 280 km, 7 mil m/s em um tempo de voo de aproximadamente seis minutos. Apesar da carga útil não ter sido recuperada na época, os experimentos puderam ser acompanhados pelo sistema de telemetria do CLA.

 

Anúncios