Primeira nave passou sete meses e meio em órbita. Carga de nave é confidencial.

Três meses após retornar de um voo de estreia, um segundo protótipo de um "Ônibus Espacial em miniatura" sendo testado pelos militares estadunidenses está pronto para ser lançado.

O Orbital Test Vehicle-2 (OTV-2), uma de duas naves experimentais construídas pela Boeing para o programa X-37B, está marcado para ser lançado hoje (04/03/2011) entre 03h39 e 05h39 EST (05h39 e 07h39 de Brasília) em um foguete Atlas V não tripulado a partir da Estação Aérea de Cabo Canaveral (Cape Canaveral Air Station), na Flórida.

O X-37B (Foto via Discovery News)

A primeira nave passou 224 dias no espaço. O que estava fazendo e o que carregava foram mantidos em segredo.

O X-37B é uma nave espacial reutilizável com 8,8 m de comprimento e 4,25 m de envergadura que os militares estão testando para ver se pode voar rápida, barata e frequentemente. Além da rápida virada entre voos, a meta do programa inclui verificar se os veículos são úteis para testes de sensores e instrumentos que estão sendo desenvolvidos para futuros satélites.

Os veículos são projetados para ficar em órbita por mais de 270 dias e pousar em uma pista de forma autônoma.

O OTV-1 retornou à Terra em 3 de dezembro, pousando na Base Aerea de Vanderberg (Vanderberg Air Force Base), e ainda está sob inspeção, embora militares afirmem que parece estar em boa forma. Ele será renovado e relançado, mas os gerentes do programa ainda não anunciaram quando.

"Por causa do curto espaço de tempo entre o pouso do OTV-1 em dezembro e o lançamento do OTV-2 em Março, o foco estava em preparar o OTV-2 para o lançamento", disse a Força Aerea dos Estados Unidos (United States Air Force, USAF) por e-mail ao Discovery News.

"Faremos uma avaliação mais detalhada após o lançamento do OTV-2 para provar os objetivos para uma mudança rápida e barata", disse a USAF.

Entre as possíveis missões para uma frota operacional de "ônibus" não tripulados estão observação, reparos e serviços em satélites no espaço, colocação espaçonaves em órbita e testes de tecnologias para limpar o lixo espacial.

A única mudança feita no segundo OTV foi uma redução de pressão do pneu do trem de pouso principal. O pneu da primeira nave estourou durante o pouso.

O Escritorio de Capacidades Rápidas (Rapid Capabilities Office) da USAF gerencia o programa.

Anúncios