Acidente com Progress adiou transporte de novos tripulantes a plataforma orbital para fim de outubro. Nave cargueira caiu após lançamento na quarta-feira.

A Rússia adiou nesta segunda-feira (29/08/2011) o lançamento do próximo voo tripulado para a Estação Espacial Internacional (ISS) previsto para 22 de setembro.

Alexeï Krasnov, diretor da agência espacial russa Roscosmos explicou às agências locais que, depois do fracasso do lançamento do cargueiro Progress, "o próximo lançamento acontecerá no final de outubro ou início de novembro, e não antes".

O voo tripulado transportaria para a ISS os russos Anton Chkaplerov e Anatoli Ivanichin, e o estadunidense Dan Burbank.

Os três deveriam substituir os russos Andrei Borisenko e Alexandre Samokutiaiev e o estadunidense Ronald Garan, que deverão adiar sua volta à Terra inicialmente prevista para 8 de setembro.

A Rússia já havia suspenso na quinta-feira (25) o lançamento de foguetes Soyuz após o acidente com a nave de carga Progress, que caiu na quarta após o lançamento.

"Tomamos a decisão de suspender o lançamento de foguetes até que as causas do acidente sejam esclarecidas", afirmou uma fonte do programa espacial russo, citada pela agência Interfax.

A nave de carga Progress M12-M foi lançada na quarta-feira (24) do cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão, com destino à ISS, mas não conseguiu entrar em órbita e caiu em seguida.

O Centro de Controle de Voos Espaciais (CCVE), em Moscou, afirmou depois do acidente que há reservas suficientes para abastecer os cosmonautas da ISS até a chegada da próxima Progress e descartou uma eventual retirada da tripulação da estação.

Anúncios