Objetos caíram a 300 km um do outro; luzes e estrondos foram percebidos antes de queda. Acredita-se que seja lixo espacial.

Uma esfera metálica com pouco mais de 30 kg e cerca de um metro de diâmetro caiu na zona rural de Anapurus (13 mil habitantes), Maranhão, na quarta-feira (22/02/2012), assustando os moradores da região.

new GMCEmbed( { midiaId: 1827223 , sitePage: ‘jornaldaglobov2/videos’ } ).print();

Reportagem exibida na edição de 23/02/2012 do "Jornal da Globo"

O comandante da Polícia Militar do município determinou que o misterioso objeto fosse levado à delegacia para averiguações. O caso fez sucesso em vários blogs do Maranhão e levou uma legião de curiosos à pequena cidade para ver a "bola" misteriosa.

Segundo informações da PM, acionada pelos moradores, a esfera atingiu um cajueiro que ficou totalmente destruído. Apesar de o objeto cair perto de uma residência no povoado Riacho dos Poços, ninguém ficou ferido.

A esfera foi retirada pelos policiais militares e levada para o quartel da PM em Chapadinha, cidade vizinha. Segundo a PM, os moradores disseram que ouviram quatro estrondos e depois encontraram a esfera com pelo menos três partes amassadas. A esfera tem uma base que deveria ser usava como apoio para segurá-la em uma das partes e um orifício em outro local.

Os moradores contam que viram uma bola de fogo caindo, em seguida, ouviram os estrondos. Foram procurar nas redondezas e encontraram o objeto. História bem parecida com a contada por moradores de outra pequena cidade a 300 quilômetros de onde a bola estranha apareceu.

Em Tufilândia, o objeto que parece uma placa de metal ficou cravado numa árvore.

Anapurus e Tufilândia, MA, onde caíram os objetos (Foto: Google Earth / Edição: Ediardo Oliveira)

Os policiais militares entraram em contato com a Aeronáutica, que deve retirar o objeto metálico de Anapurus entre hoje (24) e amanhã (25) e levá-lo para São Luís. O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica informou que o caso será apurado.

Apesar dos rumores dos moradores sobre invasão alienígena e fim do mundo, provavelmente trata-se de lixo espacial – parte de algum satélite ou estágio de foguete.

Esfera em Anapurus, MA, atrai a atenção de moradores (Foto: Max Garreto)

O astrofísico da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Gustavo Rojas acredita que a esfera metálica seja parte de um foguete Ariane 4, usado para o lançamento de cargas pesadas pela Agência Espacial Europeia (ESA) na Guiana Francesa.

Ele consultou a base de dados do Centro de Estudos de Reentrada de Lixo Orbital e verificou que o objeto estava para cair em um local e área compatíveis.

Rojas comunicou a reentrada ao centro, que já entrou em contato com a ESA. O grupo agora pede mais informações, como o horário exato e a latitude e longitude da queda.

"O procedimento correto é chamar as autoridades locais e consultar um especialista para identificar o objeto. É importante fornecer os dados precisos da reentrada porque isso ajuda a previsão de futuras quedas de lixo espacial."

O lixo espacial é um problema crescente e há milhares de fragmentos orbitando a Terra. Muitos deles são destruídos na reentrada, mas alguns resistem e podem oferecer riscos. Até agora, no entanto, não houve mortes em tais acidentes.

G1 e FolhaOnline

Anúncios