Oxidante fluiu pelo sistema do foguete da nave, mas foguete não estava ligado. Teste é tido como grande passo no desenvolvimento de nave suborbital privada.

Uma nova espaçonave privada está um passo mais próxima de seus primeiros passageiros após um espetacular voo de teste sobre o deserto da Califórnia na semana passada.

A nave suborbital SpaceShipTwo, da Virgin Galactic conduziu com sucesso seu primeiro voo de teste de "fluxo frio" sobre o Deserto de Mojave na sexta-feira (12/04/2013). Durante o teste, o oxidante fluiu pelo sistema de propulsão do foguete e saiu pelo bocal traseiro da nave, mas o motor do foguete não estava acionado.

"Assim como fornecer evidência qualificativa adicional de que o sistema do foguete está pronto para voar, o teste também proporcionou um belíssimo espetáculo devido à contrail [trilha de condensação] do oxidante e pela primeira vez deu uma prova de como a SpaceShipTwo se parecerá quando ela for para o espaço", escreveram autoridades da Virgin Galactic em uma declaração.

Pela primeira vez, oxidante flui pelo bocal do foguete da SpaceShipTwo em voo de teste (Foto: MarsScientific.com/Clay Center Observatory/Virgin Galactic)

Durante o teste mais recente – que veio logo após o 24º teste de queda bem sucedido da nave, em 3 de abril, – , a nave foi levada a alta altitude pelo WhiteKnightTwo, seu avião portador. Após ser solta do avião, a SpaceShipTwo planou suavemente de volta ao chão, deixando uma contrail de oxidante em seu caminho.

O próximo grande passo para a empresa de voo espacial comercial parece ser conduzir um voo de teste completo, acionando o foguete no ar.

"O futuro primeiro voo com acionamento da SpaceShipTwo é em muitas formas o marco mais significante até o momento, sendo a primeira vez que a espaçonave voou com todos os sistemas instalados e totalmente operacional", escreveram autoridades da Virgin Galactic.

A empresa não divulgou uma data esperada para um voo de teste com acionamento.

Uma vez que a SpaceShipTwo estiver operacional, o WhiteKnightTwo carregará o veículo a uma altitude de cerca de 50 mil pés (15.240 m) e o soltará. Após a separação, a SpaceShipTwo irá acelerar até 4 mil km/h e ultrapassar a altitude de 100 km – ponto a partir do qual os passageiros serão considerados astronautas. A nave chegará até 110 km, dando aos seis passageiros e dois pilotos cerca de cinco minutos de ausência de peso. Após a reentrada na atmosfera, a nave poderá pousar em uma pista convencional.

Um assento abordo da SpaceShipTwo custa US$ 200.000. Segundo autoridades da empresa, mais de 550 pessoas já fizeram depósitos para reservar seus lugares.

A Virgin Galactic foi fundada pelo bilionário britânico Richard Branson em 2004 para oferecer viagens privadas para o espaço para passageiros pagantes. As naves SpaceShipTwo e os aviões WhiteKnightTwo da empresa foram desenvolvidos pela Scaled Composites, baseada no Deserto de Mojave.

 

Space.com

Anúncios