Blog do Astrônomo

Astronomia, astronáutica e afins por Eduardo Oliveira | XVI • XI • MMVI

Contato

Você pode entrar em contato pelo formulário abaixo.

Você também pode enviar sua mensagem pelo Twitter ou por e-mail para edu_oliveira@live.com.

O contato com o Grupo de Estudos Ufológicos “19 de Maio” também pode ser feito por aqui.

Os e-mails blogdoastronomo@groups.live.com e claudio_ceco@hotmail.com não são mais meios de contato.

E-mail exclusivo para reclamações: dilma@presidencia.gov.br

Participe do BdA nas redes sociais: Facebook e Google+. Escreva no Livro de Visitas.

A

Anúncios

4 comentários em “Contato

  1. Boa tarde, sempre tive a curiosidade de saber quais são as dificuldades que o Brasil enfrenta em relação a produção de aviões militares avançados, o que falta? E também aproveito a oportunidade para perguntar quais as dificuldades do mundo em relação a conquista do espaço, e se você particularmente acredita em algum dos eventos “possivelmente extraterrestre” noticiados pelos órgãos de imprensa. A vida extraterrestre é matematicamente possível, porem qual a chance de entrarmos em contato, gosto bastante de astronomia (curioso), gostaria que me indicasse formas para observar os espaço e se teria alguma indicação de telescópio ou algo do tipo para um iniciante. Obrigado.

    Curtir

    1. Olá. No Brasil, temos a EMBRAER Defesa e Segurança vendendo produtos de defesa aeroespacial para clientes em todo o mundo. (O que deve estar bem evidente na LAAD deste ano, no Rio.)
      Nos anos 60, enquanto eram feitas as primeiras viagens na órbita da Terra, a NASA planejava levar o Homem a Marte no início dos anos 80. As Apollos chegaram à Lua antes dos russos e o público estadunidense – que financiava as missões – perdeu o interesse. O massivo investimento na área espacial perdeu sentido. Isso é um exemplo do que acho pode segurar a participação governamental no espaço. Hoje, além de governos, existem muitas empresas investindo no espaço, como a SpaceX e a Virgin Galactic.
      Sim, eu “particularmente acredito em eventos ‘possivelmente extraterrestres'”. Anos atrás eu era cético, mas comecei a pesquisar, abri a cabeça. Hoje participo de eventos de ufologia e escrevo sobre o assunto.
      Sobre as chances de termos contato, segundo a ciência “oficial”, existe a Equação de Drake – que diz quantas civilizações capazes de criar rádios (cujas ondas viajam pelo espaço interestelar) podem haver nas proximidades e por quanto tempo elas usam seus rádios, ou seja, quando podemos contatá-las desta forma. No campo prático há projetos de pesquisa astrobiológica no Sistema Solar e também o projeto SETI, que busca por sinais de rádio de civilizações extraterrestres.
      Para quem está começando, recomenda-se binóculos e pequenos telescópios. Eu tenho um telescópio F70060, seria semelhante ao que Galileu apontou para o céu pela primeira vez. Além de estrelas, é possível observar muito bem a Lua, os planetas e nebulosas.
      Leitura também é muito importante! Acho que nem preciso mencionar a intrernet. Hoje, muitas revistas trazem notícias rápidas ou matérias mais extensas sobre astronomia, como Super Interessante e Scientifc American Brasil. Não precisa assinar a revista. Eu por exemplo, costumava lê-las numa biblioteca onde era registrado. Numa utopia, você deveria encontrar essas revistas em uma biblioteca pública.
      Para quem está começando agora recomendo como primeiro livro “Rumo às Estrelas”, de Alberto Delerue (JZE), que também escreveu outros livros. Depois, “Fundamentos de Astronomia” (org. Romildo P. Faria, editora Papirus). O astrônomo Ronaldo R. de Freitas Mourão escreveu mais de 70 livros. Não posso deixar de dizer que os que ele escreveu para leigos são ótimos.
      Espero ter respondido às perguntas.
      No que mais puder ajudar, estou à disposição.
      Abraço.

      Curtir

  2. Eduardo, obrigado pela atenção, vou procurar o livro citado, e com relação ao telescópio, creio que vou adquirir apenas o binoculo, grana curta e familiarização mais fácil com os instrumentos. Valeu msm, ajudou bastante.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.