Terra atravessa rastro de cometa e fragmentos queimam na atmosfera. Poderão ser vistos até 100 meteoros por hora.

Todo mês de abril, os céus do Brasil são palco de uma grande chuva de meteoros. Até a quinta-feira da semana que vem (25/04/2013), poderão ser vistas inúmeras estrelas cadentes a olho nu (nas devidas condições climáticas, é claro), principalmente nas regiões Norte e Nordeste.

Esta chuva de meteoros é chamada de Liríada, pois irradia da constelação de Lira (ponto radiante: 271° 33°), mas também são conhecidos como "Estrelas de Abril".

Estes meteoros são resíduos deixados pelo cometa Thatcher em suas últimas passagens. Eles se incendeiam no choque com a atmosfera da Terra quando o planeta atravessa o rastro deixado pelo cometa e criam rastros azuis com trajetórias quase paralelas e curtos intervalos de tempo.

Durante a chuva de meteoros, existe uma taxa de 10 a 20 por hora, mas a quantidade pode chegar a até 100. O ápice será na madrugada do dia 22. A velocidade observada dos lirídeos é de 48 km/s.

O observatório Nacional lembrou em nota que "as chuvas de meteoros não representam riscos para a Terra e acontecem em praticamente todos os meses, algumas com mais intensidade e ampla visibilidade, como as Liríadas".

 

Observatório Nacional / "Manual do Astrônomo", Ronaldo R F Mourão

Anúncios